Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 9 de dezembro de 2017

Ordem de Queroneia


A Ordem de Queroneia é uma sociedade secreta para o cultivo de um ethos moral, ético, cultural e espiritual homossexual. Ela foi fundada pelo escritor inglês George Cecil Ives em 1897, como resultado de sua crença de que os homossexuais não seriam aceitos abertamente na sociedade e deviam, portanto, ter um meio de comunicação secreto.

A sociedade recebeu esse nome do local da batalha onde o Batalhão Sagrado de Tebas, formado por 150 casais de guerreiros homossexuais, foi finalmente aniquilado em 338 AEC (Antes da Era Comum, isto é, "antes de Cristo").

Fundação e organização

Na década de 1860, o advogado alemão Karl Heinrich Ulrichs pode ter sido o primeiro europeu moderno a declarar publicamente sua homossexualidade. Ulrichs escreveu dúzias de livros e panfletos que fizeram um argumento crucial: a preferência pelo amor do mesmo sexo é hereditária; portanto, não devia ser um crime. Ele introduziu a palavra "uraniano" como sinônimo de relações homossexuais, e até exigiu que homossexuais tivessem garantido o direito de se casar.

Pensadores menos radicais na Alemanha, Áustria e França começaram a argumentar que a atração e as relações do mesmo sexo entre homens eram um distúrbio psicológico a ser tratado por médicos, em vez de um crime a ser punido pelos tribunais. Como resultado, em 1876 "psicológico" tinha se tornado um termo que o poeta irlandês Oscar Wilde e seus pares usaram para descrever qualquer coisa relativa a sexo gay. Na mesma época, Neil McKenna (The Secret Life of Oscar Wilde, Arrow Books, 2004) escreve: "O esteticismo pareceu surgir, totalmente formado, no final da década de 1870." Era "uma mistura inebriante de arte, idealismo e política, que procurava propagar um novo evangelho da beleza."

George Cecil Ives
Em 1893, pouco depois de conhecer Wilde, George Cecil Ives, um amigo de Wilde, cujos diários contêm muitos novos detalhes da vida do escritor, fundou uma sociedade secreta chamada a Ordem de Queroneia, visando promover "a Causa" ("the Cause", como ele chamava o combate à opressão contra os homossexuais). A sociedade recebeu o nome do lugar "da batalha onde os amantes masculinos do Batalhão Tebano foram massacrados em 338 AEC." Ives e outros membros datavam suas cartas e outros materiais a partir do ano da batalha, de modo que 1900 seria escrito como C.2238 (e este ano de 2017 seria C.2355 [basta somar o ano em questão com "338"]; o "C" junto ao ano faz referência a Chaeronea, que é Queroneia em inglês).

As "Regras de Propósito" atestavam que a Ordem devia ser "Uma Rebelião, Uma Teoria da Vida e Ideal de Dever", embora seu propósito fosse primariamente político. Membros da Ordem eram "Irmãos da Fé", e eram obrigados a jurar sob o "Serviço de Iniciação" que "você nunca molestará ou perseguirá amantes" e "que todo amor real deve ser para você como um santuário." O grupo era dominado por homens, mas incluiu algumas mulheres lésbicas entre os membros. No seu auge, "os Eleitos" eram talvez duzentos ou trezentos, mas nenhuma lista de associação sobreviveu. Oscar Wilde foi, no entanto, provavelmente um dos primeiros recrutas, junto com Lord Alfred Douglas "Bosie" (que foi amante tanto de Wilde quanto de Ives). Outros membros podem ter incluído Charles Kains Jackson, Samuel Elsworth Cottam, Montague Summers e John Gambril Nicholson, todos poetas e escritores ingleses homossexuais.

Soldados tebanos,
de Angus McBride
Um elaborado sistema de rituais, cerimônias, serviço de iniciação, selos, códigos e senhas foi estabelecido. A Ordem, de acordo com os cadernos de Ives, tinha um propósito específico, prescrições e filosofia distintas, e seu simbolismo particular: a palavra-sinal AMRRHAO e "o selo do laurel duplo". Os prerrequisitos da associação foram indicados ser "Zelo, Aprendizagem e Disciplina" ("Zeal, Learning and Discipline", ou "ZLD", em inglês). O princípio do segredo era transmitido pela metáfora "A Corrente" ("The Chain"), sublinhando que nunca se deve revelar qualquer informação sobre a Ordem ou seus membros. Os escritos do poeta estadunidense bissexual Walt Whitman (a quem Ives chamava de O Profeta) eram particularmente reverenciados.

Ives salientava que a Ordem seria um movimento ascético, e não para ser usada como um fórum para homens atrás de sexo com homens, embora ele aceitasse que um grau de "apaixonada sensualidade" pudesse acontecer. Ele também acreditava que o amor e o sexo entre homens era uma forma de minar o rígido sistema de classes, como uma verdadeira forma de democracia. A sociedade secreta se tornou uma organização mundial, e Ives tirou vantagem de cada oportunidade para espalhar a palavra sobre "a Causa".

Nas palavras de Ives:

Acreditamos na glória da paixão. Acreditamos na inspiração da emoção. Acreditamos na santidade do amor. Agora, alguns, no mundo exterior, questionam-se sobre a nossa fé, e julgamos não ter resposta alguma para eles. Escarnecedores há, a quem não precisamos responder, e tolos a quem nossas palavras não transmitirão nenhum significado. Para o que são palavras? Símbolos de concepções abrangentes e compreendidas, e semelhante faz apelo a semelhante.

O Leão de Queroneia
A obra foi criada no séc. IV AEC para marcar o túmulo coletivo do Batalhão Sagrado de Tebas.
Em 1902, o leão foi restaurado com um novo pedestal com financiamento da Ordem de Queroneia.
Dada como extinta há muitos anos, no final da década de 1990 assistiu-se a uma tentativa de reconstruir a Ordem de Queroneia com base na doutrina, governação e rituais da Maçonaria. O Reverendo Sotemohk A. Beeyayelel, bispo da Igreja Ortodoxa Mourisca (Moorish Orthodox Church) de New Jersey, EUA, foi nomeado Grande Mestre da Grande Loja da Ordem Militar Soberana de Queroneia, que ainda tem membros nos Estados Unidos, Reino Unido, França, Guiné Equatorial e África do Sul.

Agora no século XXI instituiu-se a Nova Ordem de Queroneia, que é uma releitura da Ordem de Queroneia de George Ives para os tempos modernos com base, em certa medida, nos ideais da Ordem original e na antiga cultura grega, que é o melhor exemplo da história de uma cultura e religião que aceitava e adotava a homossexualidade e a bissexualidade. Mas isso é assunto para um futuro artigo. Aguardem.

Fonte: Wikipedia (em inglês) e Wikipedia de Ocultismo (em português)

Site oficial: Order of Chaeronea (em inglês)
Facebook oficial: Order of Chaeronea (em inglês)



Se você gostou desta matéria, deixe um comentário abaixo e/ou compartilhe o link nas redes sociais. Ajude o site HOMOTHEOSIS a se manter vivo!

Nenhum comentário:

Calendário da Lua