Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 8 de outubro de 2016

Loki: Égua e Mãe

Loki (égua ao fundo) e Svadilfari, de Dorothy Hardy (1909)
Svadilfari

Na mitologia nórdica, Svadilfari (nórdico antigo: "viajante azarado") é um garanhão que gerou o cavalo de oito patas Sleipnir com Loki (sob a forma de uma égua). Svadilfari era propriedade de um gigante disfarçado e sem nome que construiu as muralhas de Asgard.

No capítulo 42 do livro Gylfaginning da  Edda em Prosa, o personagem de nome High conta uma história ambientada "logo no início da colonização dos Deuses, quando os Deuses fundaram Midgard e construíram o Valhala" sobre um construtor sem nome, que se ofereceu para construir uma fortificação aos Deuses que manteria fora os invasores em troca da deusa Freyja, do Sol e da Lua. Após algum debate, os Deuses concordaram com isso, mas colocaram uma série de restrições ao construtor, incluindo a de que ele deve completar o trabalho dentro de três estações sem a ajuda de homem algum. O construtor faz uma única solicitação; que ele pudesse ter a ajuda de seu garanhão Svadilfari, e, devido à influência de Loki, isso é concedido. O garanhão Svadilfari executa duas vezes os feitos de força como construtor, e puxa rochas enormes para a surpresa dos Deuses. O construtor, com Svadilfari, faz rápidos progressos na muralha, e, três dias antes do término do verão, o construtor estava perto da entrada da fortificação. Os Deuses se reuniram para descobrir quem seria responsabilizado, o que resultou em um acordo unânime de que, juntamente com a maioria dos problemas, Loki era o culpado.

Os Deuses declaram que Loki merecerá uma morte horrível se ele não encontrar um esquema que leve o construtor a desistir de seu pagamento e ameaçam atacá-lo. Loki, com medo, jurou que iria conceber um esquema para fazer com que o construtor perdesse o pagamento, o que quer que lhe custasse. Naquela noite, o construtor viajou para ir buscar pedra com seu garanhão Svadilfari, e pelo bosque corria uma égua. A égua relinchou para Svadilfari, e "percebendo que tipo de cavalo que era," Svadilfari tornou-se frenético, relincha, desfaz seu curso e corre em direção da égua. A égua corre para a floresta, Svadilfari a segue e o construtor vai logo atrás. Os dois cavalos correm toda a noite, fazendo com que o trabalho de construção a ser realizado naquela noite seja perdido.
Quando os aesires percebem que o construtor é um gigante do gelo, eles desconsideram seu compromisso anterior com o construtor e conclamam Thor. Thor chega e mata o construtor esmagando seu crânio em pedaços com o Mjölnir. No entanto, Loki "teve tais relações" com Svadilfari que "um tempo mais tarde" levaram Loki a dar à luz um potro cinzento de oito patas; o cavalo Sleipnir, "o melhor cavalo entre Deuses e homens."

Nenhum comentário:

Acompanhe-nos pelo Facebook

Calendário da Lua